Follow by Email

8 de fevereiro de 2012

Téo, o tagarela

Desde que o menino fez uns nove meses que eu perguntava para a pediatra quando ele começaria a falar. Ela é do estilo tranquila, perfeita para mães de primeira viagem ansiosas, e me respondia que isso só lá para os dois anos. Fato é que, até o primeiro ano, Téo não falava quase nada. Às vezes, saía um “ús”, quando a luz acendia, tinha um “mamããã” e um “tatá” de vez em quando também. Teve uma vez que ele falou batata, bem bonitinho. Foi a primeira palavra certinha dele. E nesse ritmo devagar quase parando ele foi até os 18 meses.

Aí, não mais que de repente, a língua do pequeno cidadão desenrolou e ele virou um tagarela. Nos últimos dois meses a velocidade com que ele aprende palavras novas é impressionante! Acho que a cada dia ele incorpora umas três ou quatro palavras em média ao vocabulário dele.

Claro que não é aquela fala toda articulada, com todas as sílabas pronunciadas, né. É língua de criança ainda, mas inteligível a maior parte do tempo. É “uvo” para uva, “su” para suco, “pao”, sem til mesmo, para pão. E rolam até umas frasesinhas: “qué saí, mamã”!

Mas a desenvoltura dele cresce mesmo quando o assunto é carro. Ele adora uma garagem! “Carrro vá saí”, quando do carro está indo para o portão. “Saiú... Tchau, carrrrro! Chô”, sendo que o “chô” é para dizer que o portão fechou. E tudo se repete trocando o verbo sair pelo entrar, quando tem um carro chegando na garagem. E não pode ver uma roda e já grita apontando: “Rrrró”! Nunca vi gostar tanto de carro! Bom, na verdade, ele tem a quem puxar. Pai e avô materno são apaixonados...

Do dia para a noite também ele começou a reconhecer as letras e números. V é a letra de vovó e vovô, T é de Téo e por aí vai. O mais engraçado é o P de “tatai”!! Hoje, pela primeira vez saiu um “papai”, mas foi rápido e ele voltou à forma “tatai”. Os números são “um, dossss, trêiiis, for”!!! Isso mesmo: FOR! Ele aprendeu o quatro com o computador de bebê dele, que é bilíngue! Hilário...

Muda tudo tão rápido! Até a inflexão da voz, ele mudou. Antes falava tudo do mesmo jeito. Mamãe era “mamã” e pronto. Agora tem: “mamãããããã”, “mamã???”, “maaaamã!” e até um mamã bem baixinho que ele usa para me acordar, passando a mão no meu cabelo. Ai, que amor!!! J

Top 10 de palavras engraçadas do pequeno Téo

Aff – água

Dodôr – elevador

Dodôr- computador

Tarim – carinho

A – Alessandra, a babá dele

Sopovo – Socorro, a babá da amiguinha

Totrô – trator

Dedê – DVD

Detchê – leite

Totó – panetone